Você está aqui: Página Inicial / Notícias

Pesquisa avalia políticas públicas voltadas à agricultura familiar

Tiago Santi publicado em 24-08-2017 - 13:00

Pesquisadores do Campus Lagoa do Sino da UFSCar estudaram os limites que as políticas públicas voltadas para agricultura familiar possuem em promover a organização social dos agricultores familiares. O estudo analisou o caso da Associação dos Amigos Produtores Rurais de Itapetininga (AAPRI), formada por agricultores do Assentamento 23 de Maio, localizado no município de Itapetininga (SP).

A pesquisa foi realizada pelos estudantes de Engenharia Agronômica do Centro de Ciências da Natureza (CCN) André de Camargo Macedo, Bruna Carolina Meira e Edmilson Carlos de Almeida Lopes Júnior; o técnico em agropecuária do Campus Lagoa do Sino João Paulo Agápto; e o docente do CCN Ricardo Serra Borsatto. 

Os resultados se basearam nas respostas atribuídas a dois questionários aplicados respectivamente aos assentados e ao gestor da associação existente no assentamento e evidenciaram uma baixa participação dos agricultores nos processos administrativos e decisórios da associação, bem como que a entidade tem atuado quase que exclusivamente como intermediária para a inserção da produção dos associados em mercados institucionais.

Além disso, foram analisados dois programas do governo federal: o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) que, em linhas gerais, compra a produção de agricultores familiares e a destina às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional; e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que promove a aquisição de produtos da agricultura familiar para serem utilizados nas merendas escolares. As respostas permitiram compreender quais os pontos considerados negativos pelos agricultores em relação à participação em ambos os programas.

A pesquisa concluiu que, para o PAA e o PNAE promoverem a organização social de agricultores familiares assentados e assim serem mais eficientes no apoio à agricultura familiar, se faz necessária sua articulação com outras políticas públicas voltadas para este público. Os resultados obtidos foram publicados no periódico Extensão Rural do Centro de Ciências Rurais (CCR) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). O artigo completo está disponível na Internet.

Mais Notícias