Você está aqui: Página Inicial / Notícias

Campus Lagoa do Sino recebe exposição sobre amamentação prolongada

Tiago Santi publicado em 05-09-2017 - 13:00

"A amamentação prolongada nunca foi um plano nosso, ela foi acontecendo. Depois de enfrentar impossibilidades, preconceitos e desinformação, inclusive a minha, sobre amamentação gemelar, percebi que nutrir meus filhos era algo natural e que apenas naturalmente deveria encerrar seu ciclo. Eles ainda querem e faz bem para eles. Não consigo achar razões para parar", conta Alyne Oliveira dos Santos, mãe de Ana Luíza Oliveira dos Santos e Daniel Alves dos Santos Neto, gêmeos de três anos. 

Alyne dos Santos é uma das 12 mães fotografadas para a exposição "Tenho Peito", que traz à tona a discussão sobre as dificuldades, a importância e os benefícios da amamentação prolongada. A mostra está aberta até o dia 25 de setembro no Restaurante Universitário (RU) do Campus Lagoa do Sino da UFSCar e pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 10h30 às 14 horas. 

O nome da exposição faz menção à coragem de 12 mulheres que encararam os desafios de amamentar seus filhos com mais de 12 meses de idade; e as imagens vêm acompanhadas de depoimentos destas mães. As fotografias foram feitas por Mariana Ignatios, servidora técnico-administrativa da UFSCar, e a mostra tem curadoria de Livia Martucci, arte-educadora e professora da rede municipal de Educação de São Carlos.

A mostra tem patrocínio do Programa São Paulo pela Primeiríssima Infância e da Prefeitura Municipal de São Carlos e tem apoio da Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) da UFSCar. Mais informações pelo e-mail marianaig@ufscar.br.

Mais Notícias